Wednesday, April 18, 2007

O Tempo não existe

O Tempo não existe.
O amor e a dor, o eu e o outro, juntam-se numa ilusão, ora boa ora má, ora de luz ora de sombras, a que chamamos Tempo. São estes quatro pólos que nos fazem girar, de acordo com a força que, Nós, imprimimos a cada um deles.
Estamos agora sob o domínio da dor e do eu que giram na sombra.
Não amamos os outros.
Deixamos crescer a violência e a hipocrisia.
Permitimos que a mentira subjugue a luz.
Passamos indiferentes perto da fome e do sofrimento que matam os mais pequenos.
Em nome de um Deus, que responsabilizamos pela nossa cegueira, fechamos os olhos e, de olhos fechados, caminhamos num tempo sem luz.
Quando olharmos para uma Flor e virmos nela a harmonia, quando olharmos para o Outro e virmos nele essa Flor, então poderemos estar a querer subjugar a mentira com a luz e a transformar a dinâmica do Tempo
O Tempo não existe. Nós existimos no Tempo.

1 comment:

Estrelinha said...

O que é o tempo?!
Tempo que aproveitar as coisas realmente importantes?! Ou o tempo que deixamos passar, como grãos de areia por entre os dedos?! O tempo de dizer "gosto muito de ti" ou o tempo que perdemos a queixarmo-nos por tudo aquilo que queriamos, gostariamos...
Às vezes tenho medo de desperdiçar o tempo em vez de o viver. Beijinho, ana.