Monday, April 16, 2007

Está lá tudo!





Está lá tudo!
Procura bem e vês a varanda onde te rebolavas cheio de sono!
Procura bem e vês o palheiro (até conseguirás ver a gata, agora já com a sua família constituída e numa versão mais sofisticada)!
Procura bem e vês o relógio na casa de fora, a banca junto da lareira
Procura bem bem e vês as árvores floridas e as oliveiras vestidas de um verde triste..
Procura bem e vês os ninhos e vês os passarinhos!
Fecha os olhos e procura bem. Hás-de ver as mãos que te cuidaram, que te ensinaram a ver o mundo à sua medida: a medida da justiça e da bondade.
Procura bem e verás a loja, sentirás a sua frescura...
Continua a procurar e verás um outro esteio da tua vida que também se foi, mas ainda te sorri.
Escuta bem e ouves os rouxinóis e os melros.
Escuta bem e ouvirás a música dos pinheiros que ondeiam da mesma forma.
Escuta bem e talvez ouças a melodia da água da fonte e o sussurrar da água do ribeiro...
Procura bem e vês todos os cantos e recantos da tua infância. Agora eles estão coloridos pelas alegrias de toda a tua vida, pelo teu sucesso, pelo teu querer...
Está lá tudo!
Procura bem e encontrarás a tua infância reconstruída no mesmo pequeno (grande) mundo onde nasceste.

3 comments:

Estrelinha said...

Procuro bem e tens razão, está tudo lá. Está tudo aqui. Está tudo em nós. Os nossos mundos cheios de lembranças e recordações. Os nossos mundos onde crescemos. Os mundos que nos fazem ser quem somos. Os mundos que amamos. Os nossos mundos. Um beijinho muito grande.

lito said...

Sim. Está tudo o que dizes e muito mais que não sou capaz de descrever. Falta apenas a força para subir aos choupos, aos carvalhos, às oliveiras.

catysa said...

Tens razão: está lá tudo!...e o telheiro eu imagino.